A síndrome da gourmetização

A febre que se tornou rotular comidas com a palavra gourmet

Frutos do mar mediterrâneo -  - Imagem cedida pelo retaurante Provout
Frutos do Mar Mediterrâneo – Foto: Hugo Provout

Não é muito difícil você encontrar enquanto passeia por praças de alimentação ou por uma lanchonete no seu bairro a palavra gourmet? Restaurante gourmet, comida gourmet, brigadeiro gourmet, mas afinal o que é comida gourmet?

Foi esse questionamento que lançamos em nossas redes sociais para sabermos com os internautas o que para eles significa esse termo.

Print Facebook

 

Print Facebook 2

Para alguns o termo refere-se, realmente, a uma comida mais elaborada, requintada. Para outros, é uma frescura e uma forma de encarecer o prato. A jornalista e autora do livro Gastronomia: Prato do dia do jornalismo cultural, Renata Do Amaral, explica um pouco o termo: “A palavra gourmet, inicialmente, foi utilizada para pessoas. Por exemplo, uma pessoa que gosta de comer bem e esse “comer bem” pode ter vários significados, dependendo do contexto em que é aplicado. Recentemente esses nomes foram colados em alguns produtos. Muitas vezes sem nem haver mudança no prato. O que acontece nesse fenômeno da gourmetização é que a qualidade do produto nem sempre corresponde ao que está sendo cobrado”.

Esse é o principal problema, algumas empresas utilizam esse termo para cobrar mais caro, por um produto que não traz nenhum diferencial do que já é encontrado em outras lojas que não são denominadas gourmet. “A palavra gourmet foi banalizada. As pessoas pulverizam tudo que dá ibope. Alguém julgar um alimento é complicado. Gourmet para mim é comer o que você gosta e tentar entender mais profundamente o alimento”, comenta o Chef Hugo Provout,

A gourmetização do brigadeiro também gerou polêmicas, mas existe uma diferença clara entre um brigadeiro tradicional e um brigadeiro com chocolate belga, de pistache, de champanhe ou queijo do reino. Foi em busca desse diferencial que Francis, criadora da Francis brigadeiro gourmet, foi atrás e resolveu se especializar. “Todo mundo já ama brigadeiro, mas eu queria criar mais sabores, proporcionar mais opções. Antes você ia para um casamento e encontrava os mesmo doces. Por isso resolvi estudar e criar novos sabores”, explica Francis. A inovação caiu no gosto do público. “Os brigadeiros tiveram uma boa aceitação e estão na lista dos mais pedidos dos clientes o de champanhe e o de queijo do reino”, conta.

Brigadeiros Gourmet - Créditos Mayra Couto 2
Brigadeiros Gourmet – Foto: Mayra Couto

 

O brigadeiro de Chamapanhe virou um dos preferidos das noivas- Foto Mayra Couto 2
O brigadeiro de champanhe faz sucesso entre as noivas no atelier Francis Brigadeiro Gourmet. Foto: Mayra Couto

 

 

Mayra Couto
Brigadeiros Gourmet. Foto: Mayra Couto

Essa é uma discussão que está longe de terminar. E para você o que é comida gourmet? E vale a pena pagar mais caro por essa comida? Deixe nos nossos comentários aqui no blog.

Você já ouviu falar em food trucks? Eles estão ganhando a cidade vendendo comidas sobre rodas, saiba mais.

Por: Mayra Couto

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *